15/05/2011

CANNES 2011: Quatro filmes brasileiros competem por prêmios no festival francês



Apesar de não competir pela Palma de Ouro com Almodóvar, irmãos Dardenne ou Terry Mallick, o Brasil vai levar quatro filmes que buscam por prêmios em mostras paralelas do Festival de Cannes, que começa nesta quarta-feira (11/5) com a exibição de Meia Noite em Paris, de Woody Allen.

Neste ano, será mantida a média de participação brasileira dos últimos dez anos em Cannes. Realizadores nacionais estarão presentes na mostra Um Certo Olhar (que destaca filmes com perfil mais ousado), Quinzena dos Realizadores (assumidamente destinada a quem faz filmes), Semana da Crítica (que abarca diretores estreantes ou no segundo filme) e Cinefondation (com filmes universitários).

Karim Aïnouz, diretor na estrada há mais de 20 anos e responsável por Madame Satã e Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, vai apresentar O Abismo Prateado na Quinzena dos Realizadores. "Este é um filme inspirado numa música do Chico Buarque [Olhos nos Olhos]", contou o cineasta ao Cineclick após o anúncio da seleção.

Em O Abismo Prateado, Alessandra Negrini interpreta esposa abandonada pelo marido

Já a mostra Um Certo Olhar vai receber Trabalhar Cansa, longa de estreia de Juliana Rojas e Marco Dutra. Diretores que já passaram por Cannes com os curtas Um Ramo e O Lençol Branco, a dupla costuma realizar filmes num clima insólito que flertam com o terror. Espera-se também que, após a passagem pela Riviera francesa, o longa-metragem pouse no Festival de Paulínia em julho.

Integrando a turma dos jovens, o mineiro Ricardo Alves Júnior vai levar à Semana da Crítica o média-metragem Permanências. "Acho que [o filme foi selecionado por causa do] minimalismo. Uma poética construída com poucos elementos. Um filme que traz para o cinema a importância do primeiro plano", definiu o cineasta ao diário O Tempo. Alves Júnior já havia realizado o curta Convite para Jantar com o Camarada Stalin.

Encerrando a participação brasileira no 64º Festival de Cannes, Duelo Antes da Noite, de Alice Furtado, busca o prêmio na Cinefondation. O curta-metragem mostra uma mulher e um homem que caminho lado a lado até o momento em que a trajetória de ambos será alterada permanentemente.

Cinema, Aspirinas e Urubus, exibido em Cannes em 2005, apresentou o talento da direção de Marcelo Gomes

Fonte: http://www.buziosclipping.com.br/cinema/581-cannes-2011-quatro-filmes-brasileiros-competem-por-premios-no-festival-frances.html

Site do Festival: http://www.festival-cannes.com/pt.html

--

Trailer de Trabalhar Cansa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...