06/12/2016

Mostras Apocalipse e Quintessência no quarto dia do 13º FIM


No dia 7 de dezembro, o CDC Azevedo Picanço recebe duas sessões do 13º FIM.  Às 18h30 a programação terá início com a Mostra Apocalipse, dedicada às produções dos gêneros terror e suspense, ou que flertam com o sobrenatural, o trash e o macabro.  Serão exibidos dois curtas e um média-metragem.
Entre os selecionados para a Mostra Apocalipse está Canto da Sombra, suspense que circulou em festivais nacionais e internacionais, e levou prêmios de “melhor filme por escolha do público” do Morce-Go Vermelho - Goiás Horror Film Festival e de “melhor filme sombrio” pelo  Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema .
Em seguida, a partir das 19h30, terá início a Mostra Quintessência, dedicada a filmes experimentais, híbridos, que propõe a fusão das diversas linguagens artísticas com o audiovisual.  Serão exibidas sete produções, das cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Luís, São Paulo, Recife e João Pessoa.


MOSTRA APOCALIPSE
Data: 07 de dezembro
Local: Centro de Difusão Cultural João Batista de Azevedo Picanço (Av. FAB, 86, Centro)
Duração: 53’
Horário: 18h30
Classificação: 16 anos

Em exibição:
Calafrio
Direção: José Quaresma e Pádua Carvalho
Ano: 2016
Duração: 10’16”
Origem: Teresina (PI)
Classificação: 14 anos
Sinopse: Jonas, um editor de comerciais é escalado para ficar na empresa e concluir a execução de um trabalho. Sozinho, ele avança com o trabalho madrugada adentro. Apenas algumas luzes estão acesas e além de Jonas as câmeras de segurança registram uma outra presença. Coisas estranhas começam a acontecer e ele percebe que o mal nunca dorme, uma entidade maligna despertará nele os seus medos mais obscuros. O terror ganha vida e traz consigo horrores inimagináveis.

Eptá
Direção: Nicole Veríssimo
Ano: 2016
Duração: 17’30”
Origem: Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: 12 anos
Sinopse: Maia já foi muito atormentada por espíritos. Mas, depois que começou a participar de uma reunião para pessoas que presenciam eventos sobrenaturais com frequência, pareceu livre. Depois de anos, se tornou mentora com o intuito de ajudar e fazer o bem. Porém, ao ouvir os relatos dos outros integrantes do grupo, Maia percebe que não está tão livre assim.


Canto da sombra
Direção: Thiago Kistenmacker
Ano: 2016
Duração: 25’14”
Origem: Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: 16 anos
Sinopse: Jaque é uma cantora e compositora independente que recebe o apoio incondicional de sua namorada. Ela atrai a atenção de um produtor abusivo e trabalha por um ano em seu selo. Descartada de súbito, sua vida entra em crise paralelamente ao seu relacionamento afetivo. A artista se revela disposta a entregar tudo o que for preciso para conquistar o que deseja, sacrificando o que estiver em seu caminho.




MOSTRA QUINTESSÊNCIA
Data: 07 de dezembro
Local: Centro de Difusão Cultural João Batista de Azevedo Picanço (Av. FAB, 86, Centro)
Duração: 78’
Horário: 19h30
Classificação: 18 anos

Em exibição:
Curta memória
Direção: Arthur B. Senra
Ano: 2016
Duração: 9’27”
Origem: Belo Horizonte (MG)
Classificação: 12 anos
Sinopse: Reencontro em meus arquivos pessoais a sobrevivência de registros que se findam, assim como a efêmera memória. O tempo que passa, a tecnologia que se torna obsoleta, o que sobrará da memória como registro e da fatalidade do esquecimento?


Ikini
Direção: Fernanda Rondon
Ano: 2016
Duração: 8’09”
Origem: Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: Livre
Sinopse: Ikini é um filme sobre corpo e presença. Assim como a terra é marcada pelo tempo, cada corpo trás uma escrita invisível cravada na pele ao longo da vida. Ikini significa "saudação" em iorubá, um idioma de origem africana usado nos rituais das religiões afro-brasileiras.


Tuareg
Direção: Edemar Miqueta
Ano: 2013
Duração: 9’43”
Origem: São Luís (MA)
Classificação: 14 anos
Sinopse: Tuareg é um monólogo gravado nos lençóis maranhenses que mostra um olhar sobre a vida como uma realidade que vai além da materialidade das representações.


Fantasma da saudade no vale da morte
Direção: Lufe Bollini
Ano: 2015
Duração: 20’
Origem: São Paulo (SP)
Classificação: 18 anos
Sinopse: O FANTASMA DA SAUDADE NO VALE DA MORTE é um curta-metragem que tem como fio condutor a maior ocupação artística da América latina. O diretor Lufe Bollini é o protagonista dessa historia real e leva o espectador pelos labirintos desse prédio de 13 andares.


Cheiro de melancia
Direção: Maria Cardozo
Ano: 2016
Duração: 20’26”
Origem: Recife (PE)
Classificação: Livre
Sinopse: Cíntia era pequena quando sua mãe lhe contou sobre o cheiro de melancia, o cheiro que se sente quando o tubarão está por perto.


Os filmes gregos serão minha herança
Direção: R.B. Lima
Ano: 2016
Duração: 25’
Origem: João Pessoa (PB)
Classificação: 12 anos
Sinopse: Um suco é bebido. Uma voz rompe o silêncio. Um cão late. O jovem Niko é lembrança e alucinação que se perde na dor da perda.


Cidade à Contraluz
Direção: Jiddu Saldanha
Ano: 2014
Duração: 8’48”
Origem: Cabo frio (RJ)
Classificação: Livre
Sinopse: Numa metrópole caótica da América Latina, uma mulher de vermelho, sofisticada mistura suas lembranças com os contrastes e a solidão desta cidade, ao mesmo tempo que busca entender seus próprios sentimentos mais profundos. Enigmática, salta do lúdico para o poético em fração de segundos e libera uma misteriosa sensualidade dramática, como se estivesse à busca de algo mais, talvez um certo inconformismo faz com que ela vague pela cidade, à procura de um sentido, para sua própria existência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...