12/11/2015

Clube de Cinema: Dia da Consciência Negra

A convite da Biblioteca Pública Elcy Lacerda, o FIM realiza uma sessão especial do Clube de Cinema, com uma mostra alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20/11. A mostra acontece na próxima segunda-feira, dia 16 de novembro, no auditório da Biblioteca Pública, a partir das 18h.
Após a exibição, acontece um bate papo com o Coletivo Encrespa Geral sobre o tema “O negro na mídia: representações”.
O coletivo trabalha com a estética, autoestima e visibilidade dos negros. Em seus eventos realizam oficinas e palestras sobre mídia, naturalização e valorização do cabelo natural, crespo, afro e cacheado.
Confira os filmes exibidos: 
RAÇA HUMANA
Direção: Dulce Queiroz
Ano: 2004
Origem: Brasília - DF
Duração: 40’41”
Classificação: 10 anos
Documentário sobre o processo de implantação das cotas na Universidade de Brasília (UnB), o dia a dia na universidade e o embate entre os que lutam a favor e contra as cotas raciais.  Em 2004, a UnB implementou o sistema de cotas raciais e o exame de ingresso, destinando 20% das vagas para os afrodescendentes, mas nunca houve um consenso para esta medida, que gerou polêmica, ações judiciais e em 2009 chegou ao STF.


O MOMENTO CERTO
Diretor: Sérgio Pizza Gambier
Ano: 2012
Origem: São Paulo - SP
Duração: 18’
Classificação: 14 anos
Dório se despede de uma vida marcada por erros e arrependimentos, Marco vive apenas para ver aonde a vida pode levá-lo, Almeida quer fazer justiça de acordo com seu ponto de vista. O encontro improvável destes três acontece em um momento único e pessoal, o momento certo. 

NEGO
Diretor: Armando Fonseca
Ano: 2011
Origem: São Paulo - SP
Duração: 9’23’’
Classificação: Livre
Pequeno, negro e magrelo, Nego é mais um menino de rua que ao obedecer às ordens do malandro Paraná, mesmo desprotegido e só, caminha durante horas pelas perigosas ruas de uma São Paulo noturna, para entregar um misterioso pacote. Ao se lançar nesta jornada aguentando o frio, angústia, solidão e medo, Nego refugia-se por diversas vezes em seus pensamentos, retratos de sua vida.

SOPHIA
Direção: Kennel Rógis
Ano: 2013
Origem: Coremas - PB
Duração: 15’
Classificação: livre
Na busca por entender melhor o universo de Sophia, Joana, mãe dedicada, passa por belíssimas experiências sensoriais. Uma singela história de amor cercada de poesia visual e sonora.

BLAXPLOITATION: A RAINHA NEGRA
Diretor: Edem Ortegal
Ano: 2014
Origem: Goiânia - GO
Duração: 21’35”
Classificação: 18 anos
A policial Eva Brown e sua esposa Juliana, nerd e cinéfila, descobrem que um poderoso coronel do estado está envolvido em um monstruoso crime. Após caírem no primeiro round da luta, as meninas mais malvadas da cidade voltam para provar que a vingança é tão doce como jujubas e tão divertida e explosiva quanto o cinema de ação!

GRITARAM-ME NEGRA
Direção: Victoria Santa Cruz
Origem: Peru
Duração: 3’20”
Classificação: livre
"Me Gritaron Negra” é um poema ritmado da compositora e coreógrafa afro-peruana Victoria Santa Cruz Gamarra, que tem como roteiro a narrativa de uma experiência verídica de racismo sofrida pela autora em sua infância. 

CORES E BOTAS
Direção: Juliana Vicente
Ano: 2011
Origem: São Paulo- SP
Duração: 15’55”
Classificação: Livre
Sinopse: Joana tem um sonho comum a muitas meninas dos anos 80: ser Paquita. Sua família é bem sucedida e a apoia em seu sonho. Porém, Joana é negra, e nunca se viu uma paquita negra no programa da Xuxa.

SERVIÇO:
Clube de Cinema: Dia da Consciência Negra
Data: 16 de novembro
Local: Biblioteca Pública Elcy Lacerda.
Horário: 18h às 20h30
Classificação: 18 anos
Entrada franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...